23/04/2017

Festival Latitudes - Óbidos

É já no próximo fim de semana que tem lugar a primeira edição do Festival LATITUDES, um evento dedicado à literatura de viagem, e do qual os Urban Sketchers Portugal são co-organizadores. Vão ser três dias intensos, numa das mais encantadoras vilas de Portugal. Para além de conferências e lançamentos de livros, vamos também desenhar, e partilhar com todos os que nos visitarem esta nossa paixão pelo desenho em cadernos. Vai valer muito a pena!

Para mais informações sobre o festival, clicar AQUI

Programa de sexta feira: http://obidosvilaliteraria.com/latitudes-sexta-feira/
Programa de Sábado: http://obidosvilaliteraria.com/latitudes-sabado/
Programa de Domingo: http://obidosvilaliteraria.com/latitudes-domingo/

Para saber quais os descontos associados a alojamento e refeições, consultar:
http://obidosvilaliteraria.com/desconto-latitudes/

Encontramo-nos em Óbidos?


29/03/2017

Norberto Dorantes em Lisboa

Norberto Dorantes, Mexicano a viver em Buenos Aires, está em Lisboa para orientar uma Oficina de Desenho. Será este Sábado 1 de Abril, pelas 10:30h, na Casa Atelier Vieira da Silva. Este workshop está inserido nas programações de Um Ano a Desenhar para o Futuro, e da Lisboa, capital Ibero-Americana de Cultura.
Para mais informações e inscrições, enviem um email para casa-atelier@fasvs.pt

Às 16h deste mesmo Sábado, terá também lugar uma conferência sobre o seu trabalho em diário gráfico, no auditório do Museu Vieira da Silva, junto ao Jardim das Amoreiras.
Imperdível!



21/03/2017

Portugal by Urban Sketchers

É já esta sexta feira que é lançado o novo livro da Zest Books, "Portugal by Urban Sketchers". Vai ser no Salão Nobre do Museu de Arqueologia. Imperdível!
Tenho apenas um desenho no livro, mas gosto dele por uma dúzia.

This Friday is the launch of the new book from Zest Books, "Portugal by Urban Sketchers". It´s going to be on the Nobel sallon at Museu de Arqueologia. Don´t miss it!
I´ve got only a single drawing, but I like it a lot.



19/03/2017

O massacre dos Judeus

Foi na Igreja de São Domingos que teve início um dos maiores massacres da história de Lisboa. Durante uma missa de Domingo a 19 de Abril de 1506, e numa altura de muita fome e miséria em Lisboa, resultado da seca persistente e da peste, alguém jurou ver no altar uma imagem de Cristo iluminado, que só podia ser um sinal de esperança e milagre. Um cristão novo insistiu que era apenas o reflexo de uma luz, e, sob a ira dos crentes, foi espancado até à morte.
Nos 3 dias seguintes, foi feita uma perseguição impiedosa aos judeus de Lisboa, que resultou em cerca de 4.000 mortos, muitos deles (homens, mulheres e crianças) queimados junto desta mesma igreja de São Domingos.

Fiz este desenho no dia de Carnaval, sentado na pedra que suporta o pequeno monumento de homenagem a essas vítimas, e durante o tempo em que fiz o desenho não me consegui esquecer nunca desse triste acontecimento há mais de 600 anos.

It was in São Domingos Church that one of the greatest massacres in the history of Lisbon began. During a Mass on Sunday, April 19, in the year of 1506, during a time of great hunger and misery in Lisbon, as a result of persistent drought and plague, someone swore to see on the altar an image of a enlightened Christ , which could only be a sign of hope and miracle. A young Christian insisted that he was only the reflection of a light, and, under the wrath of the cristians, he was beaten to death.
In the following three days, a merciless persecution of the Lisbon Jews was carried out, resulting in about 4,000 deaths, many of them (men, women and children) burned close to this same church of São Domingos.

I made this drawing on Carnival day, sitting on the stone that supports the small memorial to these victims, and during the time I drew, I never forgot this sad event.


Igreja de São Paulo